quarta-feira, 10 de maio de 2017

Estou contigo... em todos os momentos.
Nos momentos bons e principalmente nos momentos menos bons...
Tens-me enquanto quiseres e sempre que quiseres, de braços abertos para te acolher.
Tens o meu silêncio quando dele necessitares... tens as minhas palavras sempre que as queiras ouvir e ás vezes mesmo quando não queres, mas eu acho que precisas :)
Tens de mim tudo quanto queiras...
E mesmo que viajes e te percas, mesmo que a solidão te pareça a tua melhor companhia...
Só quero que te lembres sempre...
Que lá do meu canto... longe ou perto, estou contigo e para ti...

Amo-te Nenuco e o teu sorriso é a minha melhor companhia.


segunda-feira, 27 de março de 2017

Mulher de Balança

Mulher de Balança
Ela dá vida àquela história de “mulher jovem com alma antiga”. Ela tem um charme e classe surreal. Se ela quiser, certamente vai conquistar-te. É difícil fugir dela. Tem alguma coisa nessa mulher que faz com que ela seja naturalmente irresistível. Mas a velocidade que ela tem em te conquistar é inversamente proporcional à velocidade de ela se apegar. Mas se tu conseguires passar pelas barreiras do coração dela e ela começar a gostar de ti também… é para sempre.Acho que por ser avessa à instabilidade ela prefere ser mais precavida com quem se envolve. Acho válido. Só que pode ser um problema para ela se envolver e se entregar a alguém. Mas, caramba… que mulher sensual.
A mulher libriana é muito inteligente e gosta de conversar e de te ouvir. Ela meio que vai querer analisar o que tu estás a dizer e se o teu ponto de vista está certo ou errado, mesmo sem tu pedires. Ela tem um certo “senso de justiça” e gosta de ter a certeza de que ela e quem ela gosta está fazendo a coisa certa.
Ah, a libriana é bem observadora. Bastante! Ela até fala pouco às vezes, mas está sempre analisando demais tudo e todos. Então se tu tiveres vacilado com ela… ela sabe. Pode fingir que não, de repente está te dando uma chance de se redimir. Mas ela sabe, librianas sempre sabem.
E só para frisar mais ainda: que mulher sensual!
Ela é libriana. Simples assim. Porque de confusa e complicada ela não tem nada. É uma garota equilibrada, certa do que quer, determinada. Vai lutar por tudo o que acha ser correto e nem tente mudar a cabeça dela. Ela é forte, sabe o que pensa e não se deixa influenciar por nada. Ou quase nada. Ou será que deixa? Indecisão faz parte do pacote, mas não leve a mal, ela gosta de ter opções, só não sabe qual escolher porque e se a outra opção for melhor? E se ela escolher a pior? E vai me dizer que você também não perde um pouco o eixo quando tem que se decidir… só que ela vai pensar minimamente em todos os detalhes até decidir, só que quando escolhe… meu amigo, não há quem a faça desistir.
Ela é razão e coração, buscando a perfeição e procurando equilibrar tudo o que sente, mas a mente dela voa longe. Conhece um garoto já pensa no casamento e nos filhos que terá enquanto escuta uma música. Mas também, com uma imaginação fértil dessa ela também imagina coisas que nem chegaram a acontecer que nem sabe se vai, entra em desespero, fica ansiosa e fica mal por coisas que ela mesma inventou… e depois acha graça de si. Ah que qualidade essa menina tem, ela acha graça nas coisas, graça no que sente, no que vê, uma menina com o sorriso fantástico para vida.

Com ela tem que ser tudo muito bem explicado, nada de meias palavras, meias conversas, você tem que chegar decidido, tem que chegar para ficar e tem que entretê-la, o que é uma tarefa difícil já que ela se cansa com facilidade. Mas quando você consegue, você descobrirá o melhor que uma mulher pode acrescentar na tua vida. Ela, que é tão apaixonada pela vida que dá gosto de ter perto. Quem a tem pode considerá-la um trunfo que foi lhe dado. Garota leve, simples, equilibrada. Garota que você pede conselhos, abraços, amizade, amor e tudo mais porque sabe que tudo o que ela lhe der será do modo mais sincero possível. Porque ela é honesta não só com você, mas consigo mesma. Ela é libriana, o equilíbrio do zodíaco e da vida.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

E hoje é dia dos namorados para o mundo!
Para mim e desde que estamos juntos o dia dos namorados é todos os dias, todos os dias celebro o facto de te ter ao meu lado, mesmo quando estás com mau feitio e mal disposto dos figado. :)

Amo-te Meu Anjo

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

São as Pessoas como Tu


São as pessoas como tu que fazem com que o nada queira dizer-nos algo, as coisas vulgares se tornem coisas importantes e as preocupações maiores sejam de facto mais pequenas. 
São as pessoas como tu que dão outra dimensão aos dias, transformando a chuva em delirante orvalho e fazendo do inverno uma estação de rosas rubras. 

As pessoas como tu possuem não uma, mas todas as vidas. 
Pessoas que amam e se entregam porque amar é também partilhar as mãos e o corpo. Pessoas que nos escutam e nos beijam e sabem transformar o cansaço numa esperança aliciante, tocando-nos o rosto com dedos de água pura, soltando-nos os cabelos com a leveza do pássaro ou a firmeza da flecha. 
São as pessoas como tu que nos respiram e nos fazem inspirar com elas o azul que há no dorso das manhãs, e nos estendem os braços e nos apertam até sentirmos o coração transformar o peito numa música infinita. 
São as pessoas como tu que não nos pedem nada mas têm sempre tudo para dar, e que fazem de nós nem ícaros nem prisioneiros, mas homens e mulheres com a estatura da vida, capazes da beleza e da justiça, do sofrimento e do amor. 
São as pessoas como tu que, interrogando-nos, se interrogam, e encontram a resposta para todas as perguntas nos nossos olhos e no nosso coração. 
As pessoas que por toda a parte deixam uma flor para que ela possa levar beleza e ternura a outras mãos. 
Essas pessoas que estão sempre ao nosso lado para nos ensinar em todos os momentos, ou em qualquer momento, a não sentir o medo, a reparar num gesto, a escutar um violino. 
São as pessoas como tu que ajudam a transformar o mundo. 


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Amo-te Por Todas as Razões e Mais Uma

Amo-te Por Todas as Razões e Mais Uma

Por todas as razões e mais uma. Esta é a resposta que costumo dar-te quando me perguntas por que razão te amo. Porque nunca existe apenas uma razão para amar alguém. Porque não pode haver nem há só uma razão para te amar. 
Amo-te porque me fascinas e porque me libertas e porque fazes sentir-me bem. E porque me surpreendes e porque me sufocas e porque enches a minha alma de mar e o meu espírito de sol e o meu corpo de fadiga. E porque me confundes e porque me enfureces e porque me iluminas e porque me deslumbras. 
Amo-te porque quero amar-te e porque tenho necessidade de te amar e porque amar-te é uma aventura. Amo-te porque sim mas também porque não e, quem sabe, porque talvez. E por todas as razões que sei e pelas que não sei e por aquelas que nunca virei a conhecer. E porque te conheço e porque me conheço. E porque te adivinho. Estas são todas as razões. 
Mas há mais uma: porque não pode existir outra como tu. 

Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum' 

quinta-feira, 3 de setembro de 2015



As palavras que nunca pronunciaste
foram as que sempre necessitei escutar.
Porque é uma lástima muito grande
não se dizer nunca o que se sente."
Virginia Woolf

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Pela primeira vez na vida, sinto-me só mais um carneiro no meio da multidão...É... Vazio... um momento que de certa forma temi, mas que acreditava piamente nunca ir chegar... porque eu sou eu... menina-mulher, de perninhas á chinês e a conta do super no bolso :)
...Perninhas á chinês...tenho tantas saudades, tenho saudades de chorar a rir, de saltar, de cantar, de dançar, de brincar, de andar descalça no chão frio...
O único pensamento que me ocorre é... É... horrível! É... Vazio!
Não interessa quem eu sou, apenas o que tenho para dar... ninguém sabe quem eu sou, do que eu gosto, a minha cor preferida, o meu petisto predileto. Que musica gosto, que livros leio, os meus ideais... o meu nome do meio... Ya! Lembro-me que sabia de cor o nome completo dos meus amigos da escola, sabiamos o que oferecer umas ás outras, sabiamos tanto... agora nem de quem nos acompanha na vida muitas vezes sabemos... e quando muito sabemos o 1º e último nome e mais uma ou outra coisinha da vida que se vai deixando escapar. Mas... e a pessoa? Aquela pessoa ali ao teu lado... todos os dias... que musica gosta? qual é a cor favorita? que petisco prefere?... ou... qual é o nome do meio?... não sabemos! Aliás... nem queremos saber, não nos interessa pura e simplesmente...
E acaba simplesmente por ser assim em tudo na vida...até em casa... a única coisa que interessa é que a outra pessoa lá está... mas será que a outra pessoa não quer ser "notada", conquistada... sentir que tem valor enquanto pessoa e não apenas enquanto presença?
Todos! Mas TODOS sem excepção, gostamos de ser valorizados. é como fazedmos aos nossos filhos e os nossos pais fizeram a nós, que cresce connosco... "ai tão lindo fez xixi no pote!!!" Ena! Vale a pena fazer sempre xixi no pote :), basicamente, lá no fundo, no fundinho o conceito é o mesmo.
É só valorizar... e é tão simples... ás vezes basta um olhar... uma palavra de apreço... xiça mas se ate estamos mesmo a sentir isso porque não dizê-lo???? Dahhhhh, É tão bom... Eu tinha por hábito dizer ás pessoas que gostava delas... mas depois de alguns olhares tipo: "ah? não bates bem" achei por bem retair um bocadinho esse ímpeto :p.
Acho honestamente uma honra conhecer qualquer pessoa que conheça... conhecer! não é saber so o 1º e último nome... e mesmo quem temos ao nosso lado na vida... mostrar que é uma honra tê.la ao nosso lado, tê-los ali... porque são o nosso porto seguro... são  nossso últmo suspiro... são importantes... Então porque é que tudo parece mais importante?
Parece que desviei o assunto, mas não... basicamente dá tudo no mesmo... mais um carneiro no meio da multidão de carneiros(não me lembro do nome técnico, sorry), que só interessa o que o carneiro tem para dar! Oh Pá! É que o carneiro também tem sentimentos, tadinho do bicho!
E pronto, resume-se tudo a sentimentos!
Já ninguém pensa/sente sentimentos... digo tudo o que quero e me apetece... quero lá saber se magouo... deal with it... azarito!
Tantas vezes me mantenho calada só para não magoar... custo-mo dizer: Prefiro ser feliz do que ter razão", mas possa... nunca ter razão também não faz ninguem feliz :)
E lá voltamos ao mesmo...
"Quero lá saber...! Pura e simplesmente não quero saber o que sentes, o que achas, o que queres... a única coisa que quero saber é que vais lá estar!
Não interessa o que tu és, mas o que tu me dás!
E sou totalmente contra o : o que interessa é quem eu sou quando estou contigo! Ou quem me fazes sentir quando estou contigo! Ora Porra! Não interessa o que eu faço o outro sentir???
Basicamente só interessa o que tenho para dar... não interessa quem eu sou!
Só mais um carneiro no meio da multidão de carneiros (continuo sem me lembrar do nome técnico :(, mas é mesmo falta de lembrança, porque eu sou uma gaja com uma inteligência raríssima :))
E é isso...foi um desbafo... amanhã já passa!

Mas.. já agora lol:
 To whom it may concern (isto é muito hollywwodesco!)

Chamo-me Carla Carolina Pinto Bragança Dias, tenho 39 anos (xiii), sou portuense, não portista, gosto de pintar, de escrever, de ler, de cuscar,. Gosto de amarelo, de castanho com rosa e vermelho com beje, gosto de figos e diospiros, adoro coisinhas fofas lol. Adoro cozinhar, sozinha, ao som da musica que me apetecer no meomento, acompanhada por um vinhosinho tinto servido em copo de pé alto.
Detesto gastar dinheiro, ir ás comprar para a casa para mim é um martirio... mas não sou forreta! Só não gosto de dinheiro... aliás confesso que acho que ele também não gost amuito de mim :p
Sobre euzinha... pois... ainda não sei o que dizer... acho que estou em estado de choque...
Só mais um carneiro no meio da multidão de carneiros (nop)... É... Vazio1

Et Bien...
Façam o favor de ser felizes!

Até...
Carolina Dias

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

It seems the more we talk
The less I have to say
Let’s put our differences aside
I wanted to make you proud


But I just got in your way
I found a place that I can hide
Now everything is changing
But I still feel the same

We’re running out of time
What do I have to do
To try to make you see
That this is who I am
And it's all that I can be

I tried to find myself
Looking inside your eyes
You were all that I was meant to be
There must be something else

Behind all the lies
That you have lead me to believe
Now everyone is saying
That I should find a way
To leave it all behind

What do I have to do
To try to make you see
That this is who I am
And it's all that I can be

What do I have to do
To try to make you see
Trying to be like you
Isn’t good enough for me

I wont let you go
I wont let you down
I wont give you up

Don’t you give up on me now
What do I have to do
To try to make you see
That this is who I am
And it's all that I can be

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

                                                            Afinal pertenço onde?

Para já parece que a lado nenhum...
Onde pertence uma pessoa que:
Não tem sentimentos... apenas dramas...
Não tem acções certas... apenas erros...
Não faz comentários válidos... só diz disparates...
Quando mendiga um pouco de atenção apenas quer incomodar...
Que para as pessoas que realmente interessam... não vale nada...

Pois se calhar noutro tempo, noutra época, ou nem, isso...
Se calhar não pertence a lado nenhum, a tempo nenhum...

Valerá a pena esticar o braço a pedir apoio se a mão que nos deveria apoiar nos prende a cabeça debaixo de água e nos deixa sem ar?

Porque realmente... e já sem palavras porque o que "sinto" ou "dramatizo" ou seja lá o que for, porque neste momento o nome que se lhe dá me é indiferente, o que sinto é real, e dói... dói muito...

A menina já era... e a mulher... 


quinta-feira, 6 de junho de 2013

Tudo o que tem um inicio, tem sempre um fim...
A única diferença está na rapidez com que isso acontece...
Porque quando um não quer... dois não dançam...
E a vida continuará... Memórias são guardadas... 

Se a felicidade não tá num caminho duro de percorrer... a montanha não foi uma boa escolha...

Até...

Ah! e faz o favor de ser feliz :)

terça-feira, 23 de abril de 2013

sexta-feira, 15 de março de 2013

sexta-feira, 8 de março de 2013




Eles não sabem, nem sonham, 
que o sonho comanda a vida. 
Que sempre que uma mulher sonha 
o mundo pula e avança 
como bola colorida 
entre as mãos de uma criança...


Retrato de Mulher Triste

Vestiu-se para um baile que não há.
Sentou-se com suas últimas jóias.
E olha para o lado, imóvel.

Está vendo os salões que se acabaram,
embala-se em valsas que não dançou,
levemente sorri para um homem.
O homem que não existiu.

Se alguém lhe disser que sonha,
levantará com desdém o arco das sobrancelhas,
Pois jamais se viveu com tanta plenitude.

Mas para falar de sua vida
tem de abaixar as quase infantis pestanas,
e esperar que se apaguem duas infinitas lágrimas.

Cecília Meireles, in 'Poemas (1942-1959)'


Sonha amor! Que o teu sonho comanda a minha vida.

Amo-te Sunshine!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Conta Comigo


Conta comigo sempre. Desde a sílaba inicial até à última gota de sangue. Venho do silêncio incerto do poema e sou, umas vezes constelação e outras vezes árvore, tantas vezes equilíbrio, outras tantas tempestade. A nossa memória é um mistério, recordo-me de uma música maravilhosa que nunca ouvi, na qual consigo distinguir com clareza as flautas, os violinos, o oboé. 

O sonho é, e será sempre e apenas, dos vivos, dos que mastigam o pão amadurecido da dúvida e a carne deslumbrada das pupilas. Estou entre vazios e plenitudes, encho as mãos com uma fragilidade que é um pássaro sábio e distraído que se aninha no coração e se alimenta de amor, esse amor acima do desejo, bem acima do sofrimento. 

Conta comigo sempre. Piso as mesmas pedras que tu pisas, ergo-me da face da mesma moeda em que te reconheço, contigo quero festejar dias antigos e os dias que hão-de vir, contigo repartirei também a minha fome mas, e sobretudo, repartirei até o que é indivisível. Tu sabes onde estou. 

Sabes como me chamo. Estarei presente quando já mais ninguém estiver contigo, quando chegar a hora decisiva e não encontrares mais esperança, quando a tua antiga coragem vacilar. Caminharei a teu lado. Haverá, decerto, algumas flores derrubadas, mas haverá igualmente um sol limpo que interrogará as tuas mãos e que te ajudará a encontrar, entre as respostas possíveis, as mais humildes, quero eu dizer, as mais sábias e as mais livres. 
Conta comigo. Sempre. 

Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'